Nesses últimos dias temos assistido episódios ditatoriais recorrentes, frutos do arranjo político criado a partir do Golpe de Estado que vivenciamos no Brasil. Um episódio trágico, dentre muitos que vimos nos últimos dias, refere-se à metida de mão, por Mendonça Filho (DEM) e seus coronéis,  nas políticas voltadas pra educação. 
O objeto discutido e refutado refere-se à PEC-241 e a possibilidade de uma canetada, traduzida aqui como ‘medida provisória’, em que cientistas, intelectuais, professores, estudantes, profissionais da educação e grande parte da sociedade têm sido contra. 
Não aprofundarei muito na análise, que seria extremamente dura, à essa atitude mesquinha dos coronéis que tomaram o poder e querem acabar com as conquistas, estruturas e políticas do Estado brasileiro voltadas para o povo, porém, o que hoje trago é uma crônica que publiquei no Livro “Cronicas da Resistência 2016: Narrativas de uma democracia ameaçada”. Naquele texto havia feito uma previsão do que seria essa catástrofe. Não imaginava que seria tão rápido! Boa leitura…[É necessário dar clique na imagem para ampliar]
Caso alguém se interesse por todo o livro, veja mais detalhes no link: Crônicas da Resistência